Florida/US Facts!

24 de junho de 2012 - 3 Comentários

Boa tarde a todos!

Já é dia 24 de junho, nem acredito, faltam apenas 5 dias para voltar para o Brasil! Ansiedade a mil e muitas coisas acontecendo por aqui! A nova aupair, Isabela, super gente fina, já chegou e estamos aproveitando o pouco tempo livre que temos para conhecer as redondezas e fazer as minhas últimas compras, o que por acaso tem consumido todo o meu pouco dinheiro que tinha guardado…

No blog pretendo fazer mais um post além deste ainda por aqui, que será aquele último nos Estados Unidos, e por isso hoje resolvi mudar um pouco, ao invés de postar fotos vou contar um pouco das coisas que achei diferente e interessantes por aqui, espero que gostem!

Fatos da Florida e Estados Unidos:

o limite de velocidade nas ruas no meio da cidade é de 80km/h e nas auto estradas em torno de 110km/h;

você pode andar a 5 milhas por hora a mais do que o limite, então se na placa diz 45 milhas por hora você pode e deve andar a 50;

o cinema geralmente é fora de shopping e são muitos grandes, parecem aqueles teatros antigos, a decoração é bastante elaborada;

você vê bastante animais mortos atropelados;

as ruas e estradas são geralmente retas, muito pouca curva, o que geralmente torna a viagem cansativa;

o Natal é comemorado no dia 25 de manhã com a troca de dezenas de presentes, na véspera o comércio fica aberto normalmente. Para os familiares que moram longe se mandam presentes via correio;

além das rádios AM/FM existe a rádio via satélite que possui mais de 200 canais, com menos propaganda e aparece no visor o nome da banda e da música;

o papel higiênico você deve jogar fora no vaso;

o ar condicionado nas casas fica ligado 24 horas;

comer carne é caríssimo, tem lugares que chega a ser $10 a mais comparado a um prato com frango;

água com gás é coisa fina, é mais caro e as garrafas são mais bonitas e bem elaboradas;

água (filtrada da torneira) é de graça nos restaurantes;

verão na Florida chove praticamente todo dia, as chuvas são muito fortes e com muitos raios;

tem muitas árvores e verde por tudo!

um caminho que você faz de carro em 3 minutos leva 45 minutos a pé!

o sul da Florida parece ter mais brasileiro do que em São Paulo;

nos outlets e no WalMart o que você menos escuta é alguém falando inglês;

a maioria dos brasileiros adoram aparecer e falar alto, e nos outlets carregando muitas sacolas;

no sul da Florida não tem transporte público eficiente e muito menos metrô, a maioria das pessoas andam de carro;

muito difícil ver motos nas ruas, difícil também ver pessoas caminhando na rua;

o sul da Florida possui um excelente sistema de canais para controle da quantidade de água por causa do excesso de chuvas, evitando alagamentos;

camionetes, SUVs e sedãs são a maioria, mas existem carros hatch e os caindo aos pedaços;

comer em restaurante é caro, de $20 a $30, em lugares mais rápidos tipo lanchonetes e fastfood você provavelmente gastará em torno de $10;

é possível achar cupom de desconto para praticamente tudo;

bolos são feitos com uma cobertura e recheio chamado “icing” e "frosting" que não precisa colocar na geladeira;

as porções médias são as nossas gigantes, algumas porções são praticamente três refeições;

andar de jetsky é caríssimo, $80!

eles possuem centenas de tipos diferentes de cereais e café, como descobrir o café da manhã perfeito?

os guardanapos que geralmente usamos no Brasil servem como porta copos e os utilizados para comer são muito maiores;

para facilitar, a maioria das frutas você consegue encontrar já cortadas e prontas para comer, principalmente as que dão mais trabalho para preparar, como o abacaxi e a melancia;

milho verde é uma das poucas coisas que tem o mesmo gosto dos do Brasil, mas já o cozido no grill é bem doce;

difícil achar um lugar (mercado, shopping, etc) com estacionamento coberto;

no sul da Florida tem irrigadores de jardim por tudo nas ruas;

é você que abastece seu carro, se for pagar com dinheiro tem que ir dentro da loja de conveniência e pagar a quantia que quer na bomba desejada;

as farmácias são dentro dos mercados e lojas de conveniências, em grande parte se manda manipular o remédio;

os cafés da Starbucks são terríveis (a Isabela me mostrou o único que é bom: Caramel Macchiato);

a maioria das sinaleiras possui um controle de tráfego, fecha quando não tem mais carros e não abre quando não tem carros esperando;

para dobrar a direita não precisa esperar o semáforo ficar verde, exceto se tiver uma placa proibindo, o que geralmente não tem;

em um percurso de 30 minutos você provavelmente verá uns 4 carros da polícia e possivelmente uns 2 abordando alguém;

se for comer carne terá que optar pelo “mal passado” ou “bem passado” em 6 variações: “very rare”, “rare”, “medium rare”, “medium”, “medium well done” ou “well done”;

99,9% dos restaurantes têm refrigerante daquelas máquinas que mistura na hora e o refil é gratuíto;

eles têm programas de tv e reality show para praticamente tudo! Programas que vão de “Viciados em cupom de desconto” a “Concurso de melhor cupcake”.

Isso foi o que eu consegui me lembrar, como fiz este post agora muita coisa que eram estranhas no início e agora já me acostumei possivelmente ficaram de fora… E por hoje é só! Próxima vez que eu postar será para se despedir da terra do Tio Sam!

Um grande abraço e ótima semana a todos! :)

 

Tags:, , , , , ,

Gostou do blog e do conteúdo?
Continue seguindo meus posts em CarinaPilar.com!

3 Comentários

  • Daniel disse:

    Muito legal o post!

    Chega sexta!!!!

  • MARILDA PONZONI disse:

    Hehehe, é isso ai, que bom que só faltam 5 dias. Saudades linda.
    Beijos

  • Bi Girotto disse:

    Oii Carina!

    Bem bacana as dicas!
    Logo que cheguei já comecei a criar uns tópicos sobre algumas das minhas percepções também, que logo mais vou compartilhar! \o/

    OBS: Sobre pedir carne, tive que lidar com esses termos: “very rare”, “rare”, “medium rare”, “medium”, “medium well done” ou “well done” que eu não conhecia, e me apertei um pouco.

    Acabei pedindo um “well done”, mas me veio a carne quase queimada.

    E sim, é caro mesmo comer em restaurantes (e mais difícil de encontrá-los) :/

    Bjo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>